Comunicação da coordenadora do NaEaD – Prof. Luísa Inocêncio

Cerimónia de abertura solene do Workshop “Reflectir para inovar com TIC”
Comunicação da coordenadora do NaEaD
07 de Outubro

Muito bom dia.
Começamos por cumprimentar o Magnífico Senhor Reitor da Universidade de Cabo Verde, Excelência, a quem agradecemos a honrosa presença,
Os cumprimentos são extensíveis aos restantes membros da equipa Reitoral,
Suas Excelências,
Senhora Pró-Reitora para a Graduação, Inovações Pedagógicas, Ensino a Distância e Serviços Académicos,
Senhor Pró-Reitor para a Ciência e Tecnologia, a quem dirigimos uma saudação especial
Saudamos a Sra Presidente do Departamento da Ciência e Tecnologia, Excelência
Caros colegas docentes,
Estimados alunos,
Minhas senhoras e meus senhores,

Num mundo cada vez mais tecnológico e informacional marcado pelas novas exigências educativas, o e-Learning, intrinsecamente assente na Internet, consubstancia um modelo de ensino a distância que se alicerça nas recomendações atuais relativas aos desafios do ensino superior para este século e para a preparação dos indivíduos para a sociedade do conhecimento. A aposta neste novo veículo e suporte de informação e comunicação, que está a revolucionar o processo de ensino e aprendizagem, apresenta vantagens extraordinárias no acesso, produção, distribuição de conteúdos e criação de comunidades virtuais de aprendizagem.

A Universidade de Cabo Verde não está alheia a este processo.

As premissas que o Estatuto da Universidade a que pertencemos preconiza para a construção de um modelo de organização em rede assentam na promoção de atividades de ensino, investigação e extensão acessíveis aos cidadãos dos diferentes pontos do território nacional e da diáspora cabo-verdiana. O recurso às potencialidades oferecidas pelas TIC é visto como instrumento, por excelência, ao serviço da estratégia de alargamento social e territorial. Por outro lado, visa também possibilitar uma organização mais flexível do processo de aprendizagem de modo a evitar fragilidades impostas pelo desenraizamento, deslocações e interrupções das carreiras profissionais.
De facto, as metodologias do ensino a distância são encaradas e concebidas neste projeto universitário não só como um instrumento estratégico para a concretização desse desiderato mas como um meio capaz de atribuir valor acrescentado e potenciar maior qualidade ao ensino e formação.
Imbuída dessa missão estratégica que a Uni-CV deu início, no ano letivo 2008/09 a um processo de implementação do eLearning – modelo de aprendizagem eletrónica, amplamente utilizado em várias universidades na Europa e no mundo. Dessa experiência-piloto obtiveram-se resultados encorajadores, não obstante restrições e limitações de natureza vária com as quais se foram confrontando.
Se atentarmos à comparação das estatísticas obtidas no ano em que se implementou a primeira experiência-piloto com as do ano seguinte, constata-se que o número de docentes então envolvidos não ultrapassava os 30, o de discentes rondava os 700, o de disciplinas totalizava 36 e o de cursos envolvidos ficava-se pelos 19. De notar que, das 36 disciplinas autenticadas na plataforma, apenas 23 se encontravam em plena utilização.
No ano de 2009/2010, o número de disciplinas inscritas aumentou de 36 para 163, o de docentes de 30 para 113 e o de estudantes de 700 para 3.118. Se os resultados conseguidos denotam um aumento significativo em termos quantitativos e perceptuais, o mesmo já não se pode afirmar em relação à utilização das ferramentas de interação e comunicação.
Os resultados a que acabamos de nos referir assinalam que nesta universidade a plataforma Moodle é utilizada fundamentalmente como um repositório de consulta de informação. A subutilização das ferramentas de comunicação e interação que a mesma integra é mais do que evidente.
Embora se tenha registado uma melhoria assinalável do recurso às ferramentas como fóruns e chats e de escrita colaborativa como wikis e glossários, se se compararem os resultados do ano 2008/09 com os do ano seguinte, chega-se à conclusão que os números se encontram ainda aquém das expetativas. Isto é, dos 163 disciplinas autenticadas, apenas 23 utilizaram Fórum de Discussão, 9 utilizaram Chat, 8 Glossário e apenas uma Wiki.

É importante que se diga que o modelo do eLearning, utilizado na Uni-CV, o chamado bLearning ou blended learning, está associado a uma estratégia de complementaridade e de articulação entre atividades presenciais e à distância baseadas em serviços na Internet e tecnologias digitais. Assim, determinadas unidades curriculares ou componentes da mesma unidade são abordadas em regime presencial, em sala de aula, enquanto que outras, são exploradas em contexto à distância, tendo a plataforma Moodle como suporte tecnológico.
Em que consiste a atuação do docente quando recorre à plataforma Moodle?
Ela se resume essencialmente, à disponibilização de informações muitas vezes sobre datas de entrega de trabalhos e de realização de testes de avaliação, na colocação de conteúdos programáticos e de outros recursos didáticos relacionados com as disciplinas ministradas, na indicação de bibliografia e links, versando a temática em estudo e alguma utilização do Fórum de Discussão. Privilegiam-se atividades de consulta e de consumo de informações e de estudo independente em contraposição a uma perspetiva construcionista que integra variáveis colaborativas e transacionais.
Minhas senhoras e meus senhores,
O grande desafio que o ensino online coloca à Universidade de Cabo Verde e, particularmente, ao Núcleo de Apoio ao Ensino a Distância – serviço transversal a toda academia -, prende-se indiscutivelmente com a dimensão pedagógica. E é sobre este aspeto que pretendemos prender a vossa atenção por mais alguns breves minutos.
Numa era que se carateriza pela utilização generalizada das tecnologias digitais suportadas pela Internet, inúmeros são os cenários e ambientes (reais e virtuais) que potenciam uma multiplicidade de experiências pedagógicas que impulsionam as pessoas a conviverem com a ideia de que a aprendizagem é um processo que se desenvolve sem fronteiras de tempo e espaço. Tal é uma verdade indiscutível.
A mudança derivada da introdução das TIC na educação exige novas conceções sobre o que é aprender e ensinar, repensando as funções da instituição formadora em relação à sua estrutura organizativa e ao currículo, às metodologias e estratégias de aprendizagem, ao papel e funções dos docentes face aos novos desafio e sistemas de avaliação – aspetos pedagógicos não raras vezes subvalorizados e/ou negligenciados. De facto, parece, verificar-se uma tendência para fazer com as novas tecnologias aquilo que já antes se fazia sem elas. Ou seja, continua a usar-se os velhos métodos através dos novos meios.
Para garantir o sucesso da introdução das tecnologias no ensino, o que os vários investigadores defendem é que ela deve ser transformadora, pressupondo uma re-engenharia pedagógica que desenvolva métodos e abordagens adequados e tire partido das novas potencialidades disponíveis. Se é verdade que o ensino a distância, nas suas distintas gerações, sempre esteve dependente de uma infraestrutura tecnológica, aquilo que efetivamente o caracterizou, permitindo o seu desenvolvimento foi uma pedagogia. Nesse sentido, a atual geração tecnológica, sobre a qual assenta o ensino online, recoloca o ensino a distância perante um novo desafio, ou seja, o da re-elaboração dos novos modelos pedagógicos.
Este é um desafio com o qual a Uni-CV terá que se confrontar nos próximos tempos. A transmutação que se almeja não se opera se não se investir fortemente na inversão do curso da situação. Exige-se o desenvolvimento de competências específicas de intervenção pedagógica em ambiente virtuais de aprendizagem. Esta é, definitivamente, uma questão incontornável.
Se, por um lado, se verifica um baixo nível de envolvimento dos docentes da Uni-CV no recurso às TIC e alguma resistência “em entrarem na onda tecnológica”, por outro, surge a necessidade de equilíbrio entre a tecnologia e a pedagogia. Outrossim, assiste-se a uma tendência de sobrevalorização do papel da tecnologia, tornando-a não só como o ponto de partida como a razão de ser do ensino. Esta perspetiva tende a reproduzir práticas educativas e princípios pedagógicos cristalizados, quando os atuais contextos estão a exigir estratégias específicas mais consentâneas com os novos modelos de aprendizagem. É nossa forte convicção que a solução desse problema terá que passar, de entre outras estratégias, por mudanças curriculares e pelo desenvolvimento de competências à luz das novas teorias de aprendizagem online. Neste particular, o Núcleo é chamado a desempenhar um papel relevante, na medida em que representa, nesta academia, o serviço vocacionado para despoletar e impulsionar o processo de inovação das práticas educativas.
O que pretendemos deixar claro aqui é que, paralelamente à criação de infraestruturas tecnológicas, necessárias e imprescindíveis, sem dúvida, torna-se também importante investir no desenvolvimento de competências assentes no campo teórico e no património conceptual da nova modalidade de ensino que se pretende implementar na universidade. É importante que a utilização pedagógica das TIC seja uma prioridade educativa na mesma proporção do equipamento e das infraestruturas informáticas.
Para terminar, diríamos que esta é uma questão que deve inquietar todos nós docentes e profissionais de educação online para que juntos procuremos as soluções mais adequadas, fazendo jus ao lema lançado aquando da abertura oficial do ano letivo na Uni-CV. Acresce, a título de achega, que se faça do nosso lema a prática quotidiana nesta instituição. Unamos as nossas forças e recursos, para ultrapassarmos barreiras e dificuldades. Sozinhos não iremos muito longe – juntos alcançaremos a meta.
Um muito obrigado a todos pela atenção dispensada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s